FIQUE SABENDO…    

  • Você sabia que a gripe causada pelo vírus influenza atinja por ano de 5%-10% dos adultos e de 20%-30% das crianças em todo o mundo de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS)?

 

  • Você tem o conhecimento que todos os anos a média global de gripe sazonal é de cerca de 1 bilhão de casos, sendo de 3 a 5 milhões graves, com cerca de 250 a 500 mil óbitos?

 

  • Você sabia que geralmente a gripe (influenza) é confundida com um simples resfriado, e que a Gripe pode acarretar hospitalização e morte, principalmente entre os grupos de maior risco que são as crianças, as gestantes, os idosos e doentes crônicos?

 

  • Você sabe quais são as complicações que a Gripe pode trazer a sua saúde?

O risco de desenvolver complicações graves relacionadas à gripe é elevado em crianças menores de dois anos, gestantes e em maiores de 60 anos, bem como naqueles com comprometimento da saúde (Doença respiratória ou cardíaca, obesidade, diabetes, trissomias, deficiência da imunidade, entre outras).

As complicações mais graves incluem exacerbação de doença crônica pulmonar e cardiopulmonar, tais como doença pulmonar obstrutiva crônica, asma, insuficiência cardíaca congestiva, assim como o desenvolvimento de pneumonia bacteriana associada geralmente com Streptococcus pneumoniae, Staphylococcus aureus ou Haemophilus influenzae. Outras complicações envolvendo o trato respiratório incluem sinusite bacteriana, bronquite, laringite e otite média.

 

  • O que é a Gripe?

A influenza, ou gripe, como é comumente chamada, é prevenível por vacina. Ela ocorre todos os anos e está entre as viroses mais frequentes em todo o mundo.

A gripe (influenza) sazonal, muitas vezes confundida com o resfriado comum, é uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus influenza, altamente contagiosa e potencialmente grave.

A gripe  ocorre no mundo todo, acomete indivíduos de todas as faixas etárias, tem maior incidência nos meses do inverno e se caracteriza pela ocorrência anual de epidemias e de pandemias a cada 10 a 40 anos.

Quais são as principais manifestações clínicas da doença?

A gripe tem início súbito com febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dores no corpo, perda de apetite, tosse (em geral seca), dor de garganta e coriza que duram cerca de uma semana. São freqüentemente confundidos com outras viroses respiratórias como os resfriados.

 

 

 

 

 

 

 

  • Você sabe qual é a diferença entre Gripe Comum e o Resfriado?

A gripe não é igual a um resfriado comum. Febre alta, dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca são sintomas da gripe. Diferentemente de um resfriado comum, a gripe pode causar uma doença mais graves ou complicações que possam comprometer a saúde de muitas pessoas como evoluir para uma pneumonia. Algumas pessoas podem ter vômitos e diarréia, embora mais comum em crianças do que em adultos.

 

  • Qual é a sazonalidade do vírus da Gripe?

A maior circulação dos vírus da gripe ocorre anualmente no outono e inverno.

 

  • Quais são os tipos de vírus Influenza?

A gripe é causada por mais de um tipo de vírus influenza, classificados como A e B, e cada um possui subtipos. Os associados ao tipo A recebem nomes como, por exemplo, A(H1N1), A(H3N2) e A(H7N9), sendo os dois primeiros os que circulam entre humanos atualmente. Já os vírus tipo B são classificados como de linhagem Victoria e linhagem Yamagata.

Os vírus influenza A também infectam aves, cavalos, porcos, focas, baleias e estão sempre dando um jeito de se modificar, ainda que bem pouquinho, só para enganar os anticorpos — agentes responsáveis pela defesa do organismo. Quando o vírus influenza de um animal se “mistura” com de um humano, origina-se um novo tipo de vírus. Foi o que possibilitou a pandemia de “gripe suína”, causada pelo vírus A(H1N1).

Essa capacidade de produzir novos tipos faz com que seja necessária uma vigilância contínua em todo o mundo, realizada por centros coordenados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A partir dessas informações é definida, anualmente, a composição das vacinas que serão indicadas a quem vive no hemisfério Sul ou no hemisfério Norte. Isso torna necessária a vacinação anual a melhor forma de prevenir contra a gripe.

 

  • Como o vírus da Gripe é transmitido?

O vírus é transmitido de pessoa a pessoa, principalmente por meio da fala, tosse ou do espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas (transmissão direta). Também, pode-se contrair a gripe pelo contato com superfícies contaminadas com secreção de pacientes, sendo a mão o maior veiculador, levando o vírus diretamente para boca, olhos e nariz (transmissão indireta).

Aaaaatchim… Pronto! Lá se vão cerca de 40 mil gotículas de saliva no ar durante um simples espirro. Com elas seguem também os vírus da gripe. Dessa forma eles “viajam” por aí, se “acomodam” nas superfícies de objetos e passam de uma pessoa para outra quando atingem as mucosas de boca, nariz e olhos.

  • Quanto tempo o vírus da gripe tipo A(H1N1) resiste fora do organismo?

O vírus resiste de 24 horas a 72 horas fora do organismo.

 

  • Qual é o período de incubação do vírus?(O período de incubação é o tempo entre o contato com o vírus da gripe e a manifestação dos sintomas).

O período de incubação é curto, de um a três dias.

  • Quando infectada, por quanto tempo uma pessoa com o vírus da influenza pode transmitir a doença?

O período de transmissão da doença começa 24 horas antes dos sintomas e dura de cinco a dez dias após o seu surgimento. Em crianças e pessoas com imunidade comprometida esse período dura até mais de dez dias. O vírus da gripe é altamente contagioso.

 

  • Qual é o impacto da Influenza nas crianças?

* 67% das crianças menores de 3 anos com influenza A  apresentaram otite média aguda;

*Absenteísmo escolar e laboral dos seus pais;

* Altas taxas de hospitalização e complicações;

*As crianças escolares são as principais fontes de introdução da doença no ambiente familiar.

 

  • Qual é o impacto da Influenza nos adultos?

* Redução da produtividade;

*Absenteísmo laboral;

* Nos EUA, a gripe representa a maior causa de faltas ao trabalho. 200 milhões de dias de restrições ao trabalho, 100 milhões de dias acamados, 75 milhões de dias de faltas ao trabalho e 22 milhões de visitas ao médico. As empresas norte-americanas chegam a perder 150 bilhões de dólares/ano em função de funcionários doentes, por baixo rendimento. No Brasil, estima-se uma perda de 3% do Produto Interno Bruto.

Estes números contribuem para ampliar a percepção da importância de prevenção e controle das infecções por influenza para minimizar o impacto da gripe na sociedade, nas atividades econômicas e no sistema de saúde, reduzindo assim a sobrecarga gerada por esta infecção.

 

  • Como eu posso me prevenir contra Gripe?

A prevenção evita que você adoeça e também que transmita o vírus influenza, e isso aumenta a proteção para todos.

 

 

Além dessas recomendações, a melhor maneira de prevenção é através da Vacina contra Gripe!

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

  • BULAS DAS VACINAS CONTRA INFLUENZA (H1N1 + SAZONAL) (LABORATÓRIOS: SANOFI E GSK);
  • MANUAL DE IMUNIZAÇÕES, (CENTRO DE IMUNIZAÇÕES HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEN) 4º EDIÇÃO;
  • GUIA PRÁTICO DE VACINAS E VACINAÇÃO DA SANOFI PASTEUR, EDIÇÃO ESPECIAL 2009;
  • SITE: http://portal.saude.gov.br
  • FOLDERS INFORMATIVOS DAS VACINAS CONTRA INFLUENZA (H1N1+SAZONAL).
  • MONOGRAFIA DA VACINA DA GRIPE.
  • https://familia.sbim.org.br/doencas/90-gripe-comum-influenza
  • OBS: IMAGENS RETIRADAS DO GOOGLE – IMAGENS NA WEB.

 

AUTORIA:

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA REALIZADA POR: ENFERMEIRA ROSEVANE RODRIGUES DE LUCENA COREN – DF 176706

 Atualizado por: Dra. Marta de Fátima Rodrigues da Cunha Guidacci-CRM: 7.600-DF