Vacina Herpes Zóster

Do que é feita:

Trata-se de vacina composta por vírus vivos atenuados da Varicela Zóster (VVZ) da cepa Oka/Merck, sacarose, gelatina, ureia, cloreto de sódio, levoglutamato de sódio monoidratado, fosfato de sódio dibásico, fosfato de potássio monobásico, cloreto de potássio, traços de neomicina e de soro de bezerro e água para injeção. Não contém conservantes.

 

Para quem está indicada a vacina Herpes Zóster?

O ACIP (Advisory Committee on Immunization Practices) dos EUA  e o CDC (Center for Diseases Control and Prevention) dos EUA recomendam que a vacina seja administrada em indivíduos acima de 50 anos independentemente do histórico de terem tido ou não episódios anteriores de Herpes Zóster ou terem tomado ou não vacina contra Varicela.

Porque vacinar contra Herpes Zóster?

– Prevenção do Herpes Zóster;

– Prevenção de Neuralgia Pós-Herpética (NPH);

– Redução da dor aguda e crônica associada ao Herpes Zóster;

– Redução do número de episódios de Herpes Zóster, gravidade do episódio agudo e da NPH;

– Aumenta a imunidade celular específica contra o vírus Varicela-Zóster (VVZ), considerado o mecanismo pelo qual há proteção contra Herpes Zóster e suas complicações.

 

A vacina é eficaz?

A eficácia é  de 70% em relação ao placebo por 7 a 10 anos e permanece estável por no mínimo 5 a 7 anos. Reduziu a carga da doença de  61%, para 50%, incidência de Neuralgia Pós herpética de 66,5% para 60% e a incidência de Herpes zoster de  51,3% para 39,6%    em quatro anos após vacinação

– Em estudos clínicos, reduziu a incidência, gravidade e complicações de Herpes Zóster.

 

Quanto tempo depois de ter tido o Herpes Zóster posso vacinar?

– Para pessoas acima de 50 anos  que tiveram Herpes Zóster deverá tomar a vacina 6 a 12 meses após a doença.

 

Como é administrada a vacina?

Administração subcutânea em dose única na região deltóide.

 

Pode ser administrada concomitantemente com a vacina da Gripe e Pneumo 23?

Sim, pode.

 

Pode ter reação após aplicação da Vacina  Herpes Zóster?

Em geral, a vacina é bem-tolerada, sendo a maioria dos eventos adversos limitados a reações no local da injeção (dor, vermelhidão e inchaço) ou cefaleia.

Imunizar é preciso – A vacina Herpes Zóster (atenuada) foi geralmente bem tolerada, sem nenhum evento adverso significativo observado durante o período de acompanhamento de 28 dias após a vacinação.

 

Quais são as contraindicações para aplicação desta vacina?

As contraindicações são:

  • Imunodeficiência Primária ou Adquirida;
  • Tratamento imunossupressor, incluindo doses elevadas de  corticóide;
  • Tuberculose ativa não tratada;
  • Gravidez e
  • Alergia grave (anafilaxia) a algum dos componentes da vacina.

 

Posso vacinar se estiver em uso de Corticóide?

Pacientes usando Corticoterapia crônica em dose equivalente até 20 mg de Prednisona, sendo administrado a vacina contra Herpes zoster não demonstrou eventos adversos graves e manteve a resposta imune.

 

Posso vacinar se estiver em uso de Antivirais?

Pacientes em uso de terapia Antiviral (aciclovir, fanciclovir e valaciclovir) deverão interromper quando possível o tratamento pelo menos 24 horas antes e até 14 dias após vacina contra Herpes Zóster.

 

Posso vacinar se estiver em uso de imunossupressores?

Risco de desenvolver Herpes Zóster e suas complicações é muito maior nos pacientes que serão submetidos à terapia imunossupressora. Pacientes acima de 50 anos que ainda não foram vacinados contra Herpes zoster deverão receber uma dose da vacina pelo menos 14 a 30  dias antes do início da terapia imunossupressora

 

Quantas doses?

A dose é única

 

Precisa de dose de reforço?

Até o momento não se recomenda dose de reforço.

 

Quais cuidados devo ter  antes, durante e após a vacinação?

  • A vacinação não requer qualquer cuidado prévio.
  • Adiar a vacinação em caso de doença febril aguda.
  • A vacinação de pessoas portadoras do vírus HIV deve ser avaliada por médico, que pode prescrevê-la se não houver comprometimento do sistema imunológico.
  • No caso de pacientes que já tiveram Herpes Zóster oftálmico, ainda não existem dados suficientes para indicar ou contraindicar a vacina.
  • Após quadro de Herpes Zóster, é preciso aguardar um ano para aplicar a vacina.
  • Até o momento não foi observada transmissão do vírus vacinal e doença (varicela) a partir de indivíduos que receberam a vacina Herpes Zóster.

 

Qual é a diferença da Vacina  Varicela e Vacina  Herpes Zóster?

A potência da vacina Herpes Zóster (atenuada) é pelo menos 14 vezes maior que a potência da vacina Varicela atenuada.

 

Existe proteção cruzada da Vacina Herpes Zóster para Herpes Simples?

Não existe proteção cruzada,  pois são vírus diferentes.

 

Onde pode ser encontrada essa vacina?

Em clínicas privadas de vacinação.

 

Como posso me prevenir?

A melhor prevenção é a Vacina Herpes Zóster!!!!

Clique aqui e saiba mais sobre a doença Herpes Zóster.

 

Está disponível na Alergo Vaccine, a vacina contra Herpes zoster, subcutânea e em dose única para homens e mulheres a partir dos 50 anos de idade independente do histórico de Varicela (Catapora).

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

  • Yawn BP and cols Mayo Clinics Proceedings 2007;82 (11):1341-9
  • Oxman MN and colsThe New England Journal of Medicine 2005;352(22):2271-84;
  •  Harpaz R, Ortega-Sanchez IR, Seward JF. Prevention of Herpes Zoster: recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP). MMWR Recomm Rep 2008; 57(RR-5):1-30.
  • Scott DA, Coulter WA, Lamey PJ. Oral shedding of Herpes simplex virus type 1: a review. J Oral Pathol Med. 1997 Nov;26(10):441-7.
  • Whitley RJ. Herpes simplex virus infection. Semin Pediatr Infect Dis. 2002 Jan;13(1):6-11.
  • Davison AJ. Evolution of sexually transmitted and sexually transmissible human Herpes viruses. Ann N Y Acad Sci. 2011 Aug;1230(1):E37-49.
  • Dworkin RH, Johnson RW, Breuer J, et al: Recommendations for the management of Herpes Zoster. Clin Infect Dis 2007; 44(Suppl 1):1-26.
  • Workowski KA, Berman S, & Centers for Disease Control and Prevention: Sexually transmitted diseases treatment guidelines, 2010. MMWR Recomm Rep 2010; 59(RR-12):1-110.
  • Gilbert S, Corey L, Cunningham A, Malkin JE, Stanberry L, Whitley R, Spruance S. An update on short-course intermittent and prevention therapies for Herpes labialis. Herpes. 2007 Jun;14 Suppl 1:13A-18A.
  • Bernstein DI, Bellamy AR, Hook EW 3rd, Levin MJ, Wald A, Ewell MG, Wolff PA, Deal CD, Heineman TC, Dubin G, Belshe RB. Epidemiology, clinical presentation, and antibody response to primary infection with Herpes simplex virus type 1 and type 2 in young women. Clin Infect Dis. 2013; 56(3):344-51.
  • Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Varicela. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/Anvisa+Portal/Anvisa/Inicio/Portos+Aeroportos+e+Fronteiras/Publicacao+Portos+Aeroportos+e+Fronteiras/Varicela. Acesso em: 16/09/2013.
  • Portal da saúde. Varicela/Herpes Zoster. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1660. Acesso em: 16/09/2013.
  • Martín JM, Villalón G, Jordá E. Update on the treatment of genital Herpes. Actas Dermosifiliogr. 2009 Jan-Feb;100(1):22-32.
  • http://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr570a1.htm?scid=rr5705a1
  • Rocha, J; Arlant, LHF; Richtmann,R- Direto à questão: Vacina herpes zoster (atenuada):
  • https://familia.sbim.org.br/vacinas/vacinas-disponiveis/111-vacina-herpes-zoster
  • BULA DA VACINA CONTRA HERPES ZOSTER (LABORATÓRIO:MSD);
  • IMAGENS RETIRADAS DO GOOGLE – IMAGENS NA WEB.

AUTORIA:

Dra. Marta de Fátima Rodrigues da Cunha Guidacci- CRM: 7.600-DF