Nossa ClinicaMundo das VacinasMundo das AlergiasMundo da AsmaCorpo ClinicoContato
 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
   


VACINAS COMBINADAS

Contra DTPa (DIFTERIA - TÈTANO - PERTUSSIS acelular para crianças) e dTpa (difteria - TÉTANO - pertussis acelular para adolescentes e adultos).


 

Você sabia que a vacina DTPa é uma vacina combinada que protege contra Difteria, Tétano e Pertussis (coqueluche). A vacina Acelular  contém pequenas porções de Bordetella pertussis.

A vacina Acelular  contém pequenas porções de Bordetella pertussis, a bactéria que transmite a coqueluche. Esta nova geração de vacinas reduz significativamente as queixas associadas à aplicação de vacinas de células inteiras e a possibilidade de ocorrerem queixas como: irritabilidade, sonolência, perda de apetite e febre. A vacina pertussis acelular é a única utilizada nos EUA e em outros países desenvolvidos.


 

Conhecendo melhor as doenças que a vacina DTPa previne:

 

O que é a Difteria? Como é transmitida?

A difteria é causada por um bacilo (Corynebacterium diphteriae), produtor de uma toxina (substância tóxica) que atinge as amídalas, a faringe, o nariz e a pele, onde provoca placas branco-acinzentadas. É uma doença contagiosa que se transmite por meio de tosse ou espirro, de uma pessoa contaminada para outra.



 

 

 

Curiosidades:

Em caso mais graves, a difteria pode ser fatal;
A difteria é conhecida vulgarmente como crupe;
A difteria em determinados ocasiões, pode causar problemas cardíacos e neurológicos;
Embora hoje não sejam vistos casos freqüentes de difteria, vacinação é importante para proteger o indivíduo contra casos importados.

 

O que é o Tétano? Como é transmitido?

O tétano é uma infecção, causada por uma toxina (substância tóxica) produzida pelo bacilo tetânico (Clostridium tetani), que entra no organismo por meio de ferimentos ou lesões na pele (tétano acidental) ou pelo coto do cordão umbilical (tétano neonatal ou mal dos sete dias) e atinge o sistema nervoso central. Caracteriza-se por contrações e espasmos, dificuldade em engolir e rigidez no pescoço.

 

 

Curiosidades:

O Tétano é causado por uma bactéria que pode ser encontrada no solo, fezes, pedaços de madeira e de metais e inclusive a própria poeira doméstica pode transmitir o tétano;
 A bactéria do tétano penetra no organismo através de um ferimento e se multiplica na ferida produzindo uma substância tóxica que pode provocar rigidez e contrações musculares extremamente dolorosas;

 

 

O que é a Coqueluche ou Pertussis? Como é transmitido?

A coqueluche, também conhecida como tosse comprida, é uma doença infecciosa, causada pela bactéria Bordetella pertussis que compromete o aparelho respiratório (traquéia e brônquios) e se caracteriza por ataques de tosse seca. É transmitida por tosse, espirro ou fala de uma pessoa contaminada. Em crianças com menos de seis meses, apresenta-se de forma mais grave e pode levar à morte.

 

 

 

Curiosidades:

 

A coqueluche ainda não foi erradicada?
 As campanhas de vacinação tiveram e ainda têm um papel muito importante na prevenção desta doença, no entanto, já se percebe que ela está re-emergindo e continua sendo um grande problema de saúde pública em todas as idades, raças e classes econômicas. Adolescentes e adultos são as principais fontes de transmissão da doença para os bebês.

 

Temos informações no Brasil sobre o número de casos desta doença?
No Brasil, a tosse comprida é subdiagnosticada. Por ter como principal sintoma a tosse, podem existir casos em que seja confundida com outras doenças;

Coqueluche é uma doença reemergente e de alta gravidade para o bebê.  Em mais de 75% dos casos, os contactantes residem com o infectado. Os profissionais de saúde também representam fonte considerável de transmissão da coqueluche para o recém nascido.
 

Os profissionais de saúde também representam fonte considerável de transmissão da coqueluche para o recém nascido.

 

Em que esta tosse se diferencia de outros tipos de tosse?
Esta é uma tosse peculiar, que soa como um guincho, como se o paciente apresentasse dificuldade para respirar. O paciente também pode apresentar tosse sem este som tão característico. Na dúvida, consulte seu médico e não utilize medicamentos como antitussígenos, antibióticos ou anti-inflamatórios sem prescrição médica;

 

Um bebê pode apresentar coqueluche?
Sim, pode. Crianças até 6 meses de idade são as de maior risco para complicações e morte. Por este motivo tanto a Sociedade Brasileira de Pediatria, como Sociedade Brasileira de Imunizações e muitas sociedades internacionais recomendam imunizações contra esta doença nos primeiros anos de vida e vacinação dos contactantes (pais, irmãos, avós, babás e profissionais de saúde);

 

Meu filho prematuro pode pegar coqueluche? Infelizmente pode. Nas crianças menores esta doença tende a ser um pouco mais delicada. O ideal é seguir a risca todas as orientações médicas.

 

Vacina: DTPa

Existe alguma contra indicação para esta vacina?

Não deve ser administrada em indivíduos com alergia conhecida a qualquer componente da vacina, ou que apresentam sinais de alergia após administração prévia de vacinas contra difteria, tétano, pertussis.

 

Posso sentir algum efeito colateral com a vacina?
As reações freqüentes incluem vermelhidão e sensibilidade no local e febre nas primeiras 24 horas.

 

A vacina DTPa ainda pode ser combinada com vacinas contra Haemophilus influenzae, e pólio inativada (pentavalente) e também combinar  com Hepatite B (hexavalente).

 

Recomendações:

Segundo a SBIM (Sociedade Brasileira de Imunização), o uso da vacina tríplice bacteriana acelular (DTPa) é preferível ao da vacina tríplice bacteriana de células inteiras (DTPw), pois a sua eficiência é semelhante à da DTPw e porque os eventos adversos associados com sua administração são menos frequentes e menos intensos do que os induzidos pela DTPw. Além disso, as apresentações combinadas à DTPa permitem o uso da vacina inativada contra poliomielite. Para crianças com mais de sete anos e em atraso com os reforços de DTPw ou DTPa, recomenda-se o uso da vacina tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (dTpa) ou tríplice bacteriana combinada à vacina inativada para a poliomielite (DTPa-IPV).

 

Vacina dTpa:

 

Para quem esta vacina está indicada?
A vacina dTpa é indicada para a vacinação de reforço contra difteria, tétano e coqueluche, em indivíduos maiores de 10 anos de idade, principalmente recomendada para  pais, avós, cuidadores da criança pequena e profissionais de saúde.

 

Existe alguma interação medicamentosa com esta vacina?

É impossível que o uso concomitante de outras vacinas inativadas e imunoglobulinas resultem em uma interferência nas respostas imunes. Quando for necessário, a vacina dTpa pode ser administrada simultaneamente com outras vacinas inativadas ou imunoglobulina em locais diferentes de injeção, assim como para outras vacinas.  Os pacientes recebendo terapia com imunossupressores ou paciente com imunodeficiência podem não ter uma resposta adequada. Nestes pacientes, quando a vacina contra o tétano é necessária para ferimentos que apresentem risco de tétano, será usada a vacina simples contra tétano.

      A vacinação dos pais e familiares ajuda a proteger o bebê. A proteção do recém nascido pela vacinação de seus pais e familiares recebe o nome de Estratégia Cocoon, que já é recomendada em diversos países como Estados Unidos, França, Alemanha, Bélgica, Áustria, Austrália, Costa Rica e Panamá. 

 

Quantas  doses da vacina  tem que receber?
De acordo com as atuais recomendações para manutenção da proteção contra difteria, tétano e coqueluche, tomar 1 dose da dTpaR e manter dT de 10/10 anos (dose de reforço).

 

Existe alguma contra indicação para esta vacina?
Não deve ser administrada em indivíduos com alergia conhecida a qualquer componente da vacina, ou que apresentam sinais de alergia após administração prévia de vacinas contra difteria, tétano ou  pertussis.

 

Posso sentir algum efeito colateral com a vacina?
As reações freqüentes incluem vermelhidão e sensibilidade no local e febre nas primeiras 24 horas.

A vacina dTpa  pode ser combinada com vacina contra Poliomielite.

 

 

Lembre-se:

A Vacinação é o método mais eficiente de prevenção de todos os não vacinados ou parcialmente vacinados incluindo adolescentes, adultos, puérperas, pais, contactantes próximos e profissionais de saúde.


 

 

 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

 

  • BULA DA VACINA dTpa-R;
  • MANUAL DE IMUNIZAÇÕES, (CENTRO DE IMUNIZAÇÕES HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEN) 4º EDIÇÃO;
  • GUIA PRÁTICO DE VACINAS E VACINAÇÃO DA SANOFI PASTEUR, EDIÇÃO ESPECIAL 2009;
  • SITE: http://portal.saude.gov.br
  • http://www.cives.ufrj.br
  • FOLDERS INFORMATIVOS DA VACINA dTpa-R
  • OBS: IMAGENS RETIRADAS DO GOOGLE – IMAGENS NA WEB.

 

AUTORIA:

 

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA REALIZADA POR:

ENFERMEIRA ROSEVANE RODRIGUES DE LUCENA COREN – DF 176706

Revisado por: Dra. Marta de Fátima Rodrigues da Cunha Guidacci-

CRM: 7.600-DF

 

 

Conheça outras vacinas
Para adolescentes
Adultos e Idosos
Cólera e etec
Cólera e etec
Vacinas para Crianças
DTPa
Febre Amarela
Febre tifóide
Gestantes
Gripe
Hepatite A
Hepatite B
Meningocócicas
MMR
Mulheres
Ocupacional
Papilomavírus Humano
Pneumocócicas
Para prematuros
Rotavírus
Varicela
Vacina do viajante
 
  Alergo Vaccine - Sua família bem protegida
Centro Clínico Pacini - 715/915 Sul, Bloco D, Salas 504/508/509/514/515/517/518
Brasília -DF - 61 3345-8001 (ramal 20 - marcação de consultas, ramal 21 - vacinas, ramal 33 - administração)